17 de maio de 2010

OBJETO INTERMEDIÁRIO


O termo "Objeto Intermediário" foi introduzido na teoria e na prática psicodramática por Rojas–Bermúdez como um recurso para o favorecimento do aquecimento dos pacientes psicóticos crônicos durante as sessões de Psicodrama conduzidas pelo referido autor.

Do ponto de vista da conceituação teórica, este termo foi assim denominado pelo autor, devido à própria qualidade deste em intermediar a passagem do estado de alarme (campo tenso) para o campo relaxado.

Do ponto de vista prático, o Objeto Intermediário, "é qualquer objeto que funcione como facilitador do contato entre duas ou mais pessoas". Sendo assim, "uma bexiga, uma folha de jornal ou um barbante que servem para intermediar a comunicação e são veículos da expressão de afeto"

Dessa forma, o Objeto Intermediário sugere a utilização de uma infinidade de materiais como música, papéis, figuras, desenhos, entre outros que aplicados sob uma diversidade de técnicas como dançar, pular, desenhar, recortar, colar, imaginar, modelar, dentre outros, favorecem o envolvimento dos participantes, o aparecimento da comunicação (verbal e não verbal) e a expressão dos sentimentos.

Bibliografia:


BARBERÁ, E. KNAPPE.P.P. A Escultura Na Psicoterapia: Psicodrama e outras técnicas de ação. São Paulo: Agora, 1999.

BERMUDEZ, J. G. R. Introdução ao psicodrama. Tradução Dr. José Manoel D Alessandro. São Paulo: Mestre Jou, 1970.

GONÇALVES, C. S. & outros. Lições de Psicodrama. Introdução ao Pensamento de J.L.Moreno. São Paulo: Ágora, 1988.

MARINEAU, R. F. Jacob Levy Moreno 1889-1974 - Pai do psicodrama, da sociometria e da psicoterapia de Grupo. São Paulo: Ágora, 1992.

MORENO, J.L. Psicoterapia de grupo e psicodrama. Tradução José Carlos Vítor Gomes. Campinas. SP: Livro Pleno, 1999.

KNAPPE, P. P. Mais do que um jogo: Teoria e prática do jogo em psicoterapia. São Paulo: Ágora, 1998.

SEIXAS, M. R. A. Sociodrama Familiar Sistêmico. São Paulo:ALEPH, 1992.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este espaço é todo seu, deixe sua marca e obrigada pela visita!

Postar um comentário